sábado, 8 de dezembro de 2012

Reedição

Há anos, mais de 15, que não fazia este "veneno"
Special K vulgo CornFlacks com açúcar em calda super forte(atenção não pode virar caramelo). Ficam todos cobertos de açúcar, com a vantagem de eu poder controlar a quantidade de açúcar. Ficarão menos "venenosos"que os de compra, pelo menos assim espero...

sábado, 1 de dezembro de 2012

Mais um da serie preguiça : bolo na caneca

Depois da sopa a sobremesa, sempre na mesma linha editorial: caneca!

Numa caneca com 300ml de capacidade bate-se 1 ovo pequeno, 3 colheres de sopa rasas de óleo, 4 colheres de sopa rasas de açúcar amarelo, 3 colheres de sopa rasas de chocolate, 3 colheres de sopa de leite, e por fim 4 colheres de sopa rasas de farinha com fermento. Misturar sem bater demais a farinha. Colocar no meio um pau de chocolate branco . Vai ao microondas na potência máxima (900) por 3 minutos. Comer logo de seguida polvilhado com muito côco.

Sem tempo e com muita perguiça

Arrumar armários não deixa tempo para cozinhar. Solução: caldo de galinha com massa chinesa, coentros e chili. Por agora chega...


sábado, 3 de novembro de 2012

O prometido é devido

Não serão propriamente saudáveis (estão carregadas de manteiga) e desengane-se quem pensar que a alfarroba afasta o chocolate desta parada. Nada disso, eu profanei a receita e carreguei no chocolate. Ficaram boas, com um toque exótico e cá em casa todos pensam que são bolachas exageradamente "chocolatadas". Nem sonham...

 Bolachas de Alfarroba

200g manteiga amolecida
170 g farinha de alfarroba
100 g de farinha com fermento
1 ovo
100 g açúcar
100 a 150 g de chocolate negro picado.
Bater a manteiga com o açúcar, as farinhas e o ovo. juntar o chocolate. Bati tudo no robot e por isso o chocolate acabou por ficar mais triturado do que aquilo que tinha em mente. Mas ficou bom. a massa fica com a consistência do salame de chocolate, só lhe falavam as bolachas. Enrrola-se a massa em película aderente, como se fosse um salame e leva-se ao frigorífico. Quando estiver bem firme cortam-se rodelas grossas, cerca de 1 a 2 cm, e levam-se ao forno a 200º. Não devem cozer muito, 8 a 10 minutos chegam. deixar arrefecer antes de retira do tabuleiro. São muito quebradiças.

quarta-feira, 31 de outubro de 2012

BOOH!!!

E de improviso saiu uma mesa de Halloween. Sem jantar para fazer ( um frango assado faz milagres...) e sem pestinhas a atrapalhar pude dedicar-me a montar o cenário. A sobremesa também estava pré-feita - gelado de coco Pingo Doce e bolacha de alfarroba. A receita segue dentro de momentos porque agora tenho de ir "caçar" doces.


quarta-feira, 24 de outubro de 2012

Caracóis de Pizza

Diz o meu filho que em português Pizza é Piza. Acredito que sim, até porque faz sentido e o AO tem as costas largas. mas faz-me impressão de maneira que vai assim com dois zz.
A receita é básica e com potencial para ser melhorada. Fiz com uma massa de pizza de compra. Com massa caseira ou até mesmo com massa de folar deverá ficar melhor. Fiz com presunto e mozzarella, ficou salgada. Talvez melhore com fiambre de peru.
A execução é fácil, basta fazer uma pizza barrando a massa com um pouco de molho de tomate, cobrir com presunto, pedaços de azeitona, queijo mozzarella e algumas folhas de mangericão. Depois enrola-se como se fosse uma torta e cortam-se fatias grossas. Vão ao forno bem quente até estarem douradas. No fim polvilhei com pedacinhos de tomate seco.






Garden update Outono???

As alfaces crescem furiosamente no saco Siros ( está visto que a terra é boa)


Os morangueiros mudam de cor, mas ainda têm flor, duvido é que se transformem em morangos.



E os limoeiros prometem limões.

Ah ainda tenho uma flores verdes, camufladas...

domingo, 21 de outubro de 2012

O outono chegou e não há jeito de lhe escapar

Folhas douradas à parte, definitivamente esta não é a minha estação preferida. Não gosto de dias curtos e é agora que eles começam.  Gostava de hibernar até março. Mas como não posso, vou fazendo pastelada e doce de abóbora, tudo coisas muito outonais.
os pasteis são de alheira e frango. A massa é massa folhada de compra. Cá em casa o clube é da farinheira e não ficam muito entusiasmados com a alheira, eu adorei e até os como frios. Mas para a próxima vou tentar com farinheira

O doce de abóbora ia correndo mal, a abóbora foi-se desfazendo em água e nunca mais ganhava ponto. No fim lá consegui uma compota espessa que foi do agrado geral. Para variar eu não alinhei no clube: gostei mais da que fiz o ano passado

sábado, 13 de outubro de 2012

Mas faltava o bolo de limão

O bolo de limão que me levou até à Popina teve honras de sobremesa de um jantar al fresco em pleno outono, depois de um passeio memorável,sobretudo pela companhia, por Lisboa.
 
 
 
 
 
E aqui está ele!
65 gr de manteiga sem sal à temperatura ambiente batida com 135 gr de açúcar amarelo. Juntar 2 ovos e bater bem. Envolver com 135 gr de farinha+ 1 1/2 colher de chá de fermento. Juntar a raspa e sumo de 2 limões ( usei pequenos e muito maduros). Vai ao forno  170º numa forma untada (usei uma pequena e baixa), cerca de 25 minutos.
Ganache e chocolate branco
150 gr de chocolate branco partido finamente juntar a 75 gr de natas quentes. Misturar muito bem e deixar arrefecer. Quando estiver com uma consistência cremosa barra-se o topo do bolo e polvilha-se com raspas de chocolate branco. Fica um bolo humido, cremoso, com um travo a limão e liga muito bem com a cobertura cremosa de chocolate. Fiquei fã. 

Rendida à Popina

Dei com a Popina por caso num blog que gosto de visitar, nestes tempos cinzentos é uma excelente terapia ver coisas bonitas. Neste post do Lume Brando fazia-se referência a um livro que me deu logo vontade de comprar. Dois dias depois de saber da sua existência estava na minha mão e dois dias depois estavam 4 receitas experimentadas. Todas aprovadissimas! Foi uma tarde de forno muito proveitosa.Em produção simultânea:

Tarte de Maçã e Ameixa

Massa:
250g de farinha sem fermento
125 g de manteiga fria aos cubos
85 g de açúcar amarelo
1 ovo
Fazer uma farofa com a farinha, manteiga e açúcar. Juntar o ovo. Forrar a tarteira 23 cm
Massa fofa:
45 g de manteiga à temperatura ambiente
90 g de açúcar amarelo
1 ovo
1 colher de chá de fermento
Bater a manteiga e o açucar, juntar o ovo e o fermento, depois envolver delicadamente a farinha
Espalhar esta massa fofa na tarteira já forrada de massa. Espalhar por cima 2 maçãs verdes cortadas em gomos e ameixas q.b. cortadas em metades. Vai ao forno 160º durante 40 minutos.
Depois de pronta pode ser pincelada com doce de pêssego, ou mel.
 
a caminho do forno

Tarte de Queijo de Cabra, Tomate e Mangericão

Massa:
200g de farinha
100 g de manteiga
1 ovo
sal q.b.
1 colher de sopa de água fria
Fazer uma farofa com a farinha, a manteiga, o ovo e o sal _(uso o robot). Juntar a água e formar uma bola. Estender e forrar uma tarteira de 23 cm. Esperar 20 minutos antes de rechear.
Recheio:
100 gr de iogurte grego natural
2 ovos
100 gr de queijo fresco de cabra esmagado
1 colher de chá de fermento
50 g de farinha
2 colheres de sopa de mangericão picado
Cobertura:
340 gr de tomate cherri cortado ao meio ( usei rodelas de tomate coração-de-boi)
50 gr de queijo de cabra fresco esfarelado
azeite qb
folhas de mangericão.
Bater todos os ingredientes do recheio e cobrir a massa que já está na tarteira. Cobrir com os tomates e queijo esfarelado e regar com azeite. vai ao forno 170º durante 30 minutos. Serve-se à temperatura ambiente com algumas folhas de mangericão.

antes de entrar no forno

versão original e adaptação by me

Tarteletes de Batata Assada

Esta receita foi mais adaptada porque não assei as batatas no forno. Assim é mais rápido e fica absolutamente delicioso
Massa:
igual à da tarte de queijo de cabra
Recheio:
500 gr de batata nova ( as do Pingo Doce embaladas em plástico que podem ser cozidas no micro-ondas servem na perfeição)
alho, cebolinho, sal e azeite qb
70 gr de queijo Gouda
170 ml de natas
1 ovo

Forrar as tarteletes com a massa. Deixar repousar 20 minutos. Cozer as batatas no micro-ondas. Esmagar o alho e cortar o cebolinho, regar com azeite. Deitar as batatas, ligeiramente esmagadas, ainda quentes sobre esta mistura e envolver bem deixando "abafar" Temperar com sal.
Misturar as natas  e o ovo e temperar ligeiramente com sal e noz-moscada. Deitar uma colher de sopa desta mistura em cada forma e cobrir com a mistura de batata temperada. colocar pedaços de queijo em cada dose e regar com mais mistura de nata e ovo. vai ao forno a 170º durante 25 minutos ou até estar dourado

antes de entrar no forno

uma ajuda preciosa

produção do dia
 

Bolachas de aveia e passas

 
Bolachas mais ou menos saudáveis ( pelo menos são melhores que aquelas que compro embaladas e duram vários meses....) excelentes para os lanches das crianças. Duas bolachas, uma peça de fruta e um pacotinho de leite, está feito!
 
150 gr de manteiga sem sal à temperatura ambiente
140 gr de açúcar amarelo
1 ovo
120 gr de farinha
1/2 colher de chá de fermento
1/2 colher de chá de canela
80 gr de flocos de aveia grandes + 80 gr de flocos de aveia normais ( já fiz esta versão e só com flocos normais, a diferença não é grande mas com os grandes fica melhor, com mais textura)
110 gr de passas ( também já usei ameixa seca picada com muito sucesso)
Bater a manteiga com o açúcar. Juntar o ovo. Juntar a farinha, canela, fermento e flocos. No fim juntar as passas. Enrolar a massa em película aderente numa forma cilíndrica  com 5 cm de diâmetro. Levar ao frigorífico 1 hora..
Cortar rodelas com cerca de 2 cm ( cortei mais finas) e lavar ao forno 170º 20-25 minutos, ou até estarem douradas. Os tabuleiros devem estar forrados com papel vegetal. Deixar arrefecer um pouco antes de tira-los do tabuleiro 
 
 
 




domingo, 23 de setembro de 2012

Amoras



a colheita

 



o doce


 



ficou aprovado

A 1kg de amoras apanhadas com muito esforço e sofrimento, sobretudo com muitas arranhadelas,  juntam-se 750gr de açúcar com pectina e deixa-se macerar um dia, para largar sumo. Leva-se ao lume a ferver até ter o ponto desejado ( deitar num pires frio e ver se "faz estrada") Guardar em frascos bem fervidos.  Guardar é força de expressão, que os pestinhas consomem a produção com muita rapidez
 
Ainda sobraram para o licor

0,5 l de vodka + 250 gr de amoras+ 250 gr de açucar. Deixar repousar pelo menos um mês.

Dias no campo

Dias no campo
flores de courgete, fritas são uma delicia


próximos capitulos: doce de abóbora

 

Velhos portões 

 


Na ribeira

 
 





No mercado

alguidares coloridos, de plástico :(
flores coloridas, de plástico :(
  
estranha arma
as vítimas
devidamente assados
O amolador