domingo, 20 de setembro de 2015

para "fechar" o Verão

Gosto de fazer render as coisas boas da vida, férias incluídas. Nada melhor que começar logo no início da época com uma viagem, de preferência com propósitos culturais e fechar a época com uma semana de sol (assim o clima ajude). Claro que convém guardar uns dias para não penar muito até às próximas.
Férias na praia em dose q.b, mais  de uma semana e estou farta. Estas foram boas, descansadas e com direito a "safari" no Parque Donaña para variar.
No caminho do sol ainda visitamos uns cantinhos alentejanos que desconhecíamos e claro aproveitamos para comer maravilhosamente.

Castro Cola





Castro Verde

Mértola


A porta do paraíso




















até para o ano, continuarei atrás do sol 


quarta-feira, 19 de agosto de 2015

Pireneus 2015- um dia dedicado às cores#11

Aproveitamos a escala em Bilbao para visitar o  Guggenheim . Desta vez tivemos sorte com as exposições temporárias: Koons e Basquiat. Bastante acessíveis e do agrado das crianças. Passamos várias horas no museu e foi com uma pontinha de orgulho que fiquei a saber que mesmo depois de terem visto as "esculturas divertidas" de Koons, aquilo de que mais gostaram foi das serpentes de Richard Serra.
Esta foi a última escala da viagem daqui partimos para casa, uma viagem de cerca de 5 horas. Tudo muito calmo sem grandes estafas automobilísticas.





A "peça" favorita




Ainda não foi desta que fiquei fã de Bilbao. É uma terra escura e à parte do museu e dos excelentes restaurantes não lhe encontro especial encanto.
A necessidade é mestra de engenho e a chuva aqui é uma constante


Na Ibañez um gelado perfeito mas não tão perfeito como os do Santini

tapas de autor queijo de cabra, compota de tomate e presunto

Na manhã do regresso ainda tivemos tempo para dar uma saltada a Portugatele Portugalete, uma pequena cidade a cerca de 10 km de Bilbao que tem como atractivo uma ponte engenhosa. Para permitir a passagem dos barcos é o "tabuleiro da ponte",  no caso uma cabina fechada, que se desloca.